Contratação de universidades, centros de pesquisa ou outras Instituições de Ciência e Tecnologia (ICT) para a realização de projetos de inovação

7.2.2 Contratação de ICTs para projetos de inovação

Como executar

Descubra Mais

Assista a um vídeo sobre colaboração entre BMW e MIT:

Assista a um vídeo com dicas do MIT para colaborações de sucesso entre Universidade-Empresa:

Veja nesse artigo quatro modelos de colaboração entre Universidade-Empresa:

 

sloanreview.mit.edu

Conheça o Guia Anpei de Boas Práticas para Interação ICT-Empresa:

  • Identificar iniciativas de inovação que possam se beneficiar da realização de projetos em conjunto com ICTs.

  • Mapear parceiros (grupos de pesquisa, laboratórios, professores, etc.) em ICTs que possuam competências necessárias para apoiar as iniciativas identificadas.

  • Selecionar potenciais parceiros e entrar em contato para discutir as possibilidades de realização de projetos em conjunto.

  • Definir em conjunto o plano do projeto, incluindo:

    • Objetivos e resultados esperados;

    • Escopo do projeto;

    • Cronograma e marcos de entregas;

    • Papéis e responsabilidades de cada parte envolvida.

  • Negociar o acordo de cooperação, incluindo:

    • Definição dos recursos a serem alocados;

    • Direitos sobre propriedade intelectual;

    • Instrumentos jurídicos a serem adotados (memorando de entendimento, contrato comercial, NDA, etc.).

  • Realizar a contratação.

Resultados e Benefícios

A contratação de ICTs permite contar com profissionais com conhecimento técnico diferenciado para desenvolver uma iniciativa de inovação. Isso permite:

  • Aplicar competências e conhecimentos de ponta para resolver um desafio da organização.

  • Entrar em contato com conhecimento do estado da arte, produzido e difundido em meio acadêmico.

  • Abrir espaço para a contratação e absorção de colaboradores que se interessem em migrar da academia para o setor produtivo. Isso é particularmente comum quando a equipe do parceiro inclui alunos de pós-graduação em tempo integral que estejam buscando novas posições em empresas após a conclusão dos cursos.

Onde é aplicada

A contratação de ICTs é especialmente recomendada para instituições de médio e grande porte que atuam com projetos de desenvolvimento tecnológico.

Dicas úteis

01

A escolha entre os grupos e professores mapeados pode levar em conta critérios como:

02

É interessante que a colaboração não se limite ao aporte de recursos financeiros da empresa para a ICT. A interação entre os profissionais e a troca de experiências têm o potencial de alavancar as possibilidades da parceria.

03

Por um lado, parcerias de longo prazo permitem que o grupo de pesquisa ou laboratório acumule conhecimento específico sobre a tecnologia, os processos e os produtos da organização, tornando a relação mais frutífera. Por outro lado, contratar parceiros diferentes pode ser interessante para entrar em contato com uma multiplicidade de profissionais capacitados, com trajetórias e experiências singulares.

As parcerias devem ser realizadas de forma alinhada à Política de Propriedade Intelectual e ao Plano de Desenvolvimento Tecnológico.

Quando o contrato com ICTs envolve informações sigilosas, deve-se considerar a Assinatura de Acordos de Confidencialidade em Projetos em Parceria.

Relacionamento com outras Práticas

  • Portfólio de projetos do grupo de pesquisa ou laboratório;

  • Experiência prévia dos membros do grupo, em especial dos professores,

  • relacionada ao desafio a ser enfrentado;

  • Qualificação dos membros do grupo;

  • Histórico do grupo ou laboratório em projetos com a iniciativa privada;

  • Histórico de parcerias entre a organização e o grupo ou laboratório;

  • Condições de compartilhamento de propriedade intelectual;

  • Valores cobrados para a realização do projeto.

Empresas e ICTs podem ter objetivos distintos e trabalhar em passos diferentes enquanto a academia tende a focar em desafios tecnológicos de longo prazo e se mover mais lentamente, a indústria é mais sensível a demandas de mercado. Por isso, é importante calibrar as expectativas previamente à formalização das parcerias.

04

É interessante que a organização acompanhe de perto a realização do projeto para internalizar o conhecimento utilizado e gerado. Isso pode ser feito, por exemplo, por meio da realização de capacitações e ao longo do projeto.

05

Nível

​Intermediário