Reuniões internas com o objetivo de gerar e discutir ideias dentro de um determinado tema

3.2.2 Sessões internas de ideação

Nível

​Básico

Como executar

Descubra Mais

Veja uma sessão de Brainstorming realizada pela IDEO

Entenda a anatomia de uma sessão de ideação nesse TED Talk de Stefan Mumaw

Veja como utilizar as How Might We Questions neste vídeo da IDEO

Um resumo sobre como usar as How Might We Questions, elaborado pela escola de design de Stanford, pode ser encontrado aqui

stanford.edu

Eric Ries, o criador do conceito de Lean Sartaup, explica como usar a técnica dos 5 Por quês para solucionar problemas operacionais

hbr.org

  • Definir temas para a ideação.

  • Selecionar os participantes da ideação.

  • Planejar a dinâmica do processo, incluindo:

    • Quantidade de sessões;

    • Duração das sessões;

    • Presença ou não de mediador;

    • Ferramentas para ideação;

    • Recursos necessários, como , computadores e projetor.

  • Realizar a sessão de ideação conforme planejado.

  • Compilar as principais ideias geradas pelo processo.

Resultados e Benefícios

A realização de sessões internas de ideação permite reunir um grupo de colaboradores para um esforço concentrado para a criação e análise de ideias de inovação. Isso permite:

  • Gerar ideias de boa qualidade e em número significativo em um curto espaço de tempo.

  • Integrar participantes com diferentes perspectivas e competências para gerar ideias inovadoras.

  • Focar esforços para buscar soluções para um desafio específico enfrentado pela organização.

Relacionamento com outras Práticas

As ideias geradas na sessão interna podem ser desenvolvidas com o auxílio de um Business Model Canvas.

Dicas úteis

01

As sessões internas de ideação podem possuir diversos objetivos diferentes. A título de ilustração, podemos citar alguns exemplos:

02

Uma forma interessante de definir o objetivo de uma sessão de ideação é por meio de uma pergunta que se deseja responder. Um formato bastante usual são as How Might We Questions, muitas vezes abreviadas para HMW.

  • How Might We Questions são perguntas iniciadas com “Como poderíamos... ?”. Por exemplo, “Como poderíamos tornar a experiência de ir ao cinema mais atraente do que assistir um filme em casa por streaming?”

  • Em alguns casos, a primeira etapa da sessão de ideação pode ser a geração das How Might We Questions.

  • Identificar soluções para a melhoria de performance de um processo.

  • Levantar ideias de novos produtos explorando uma determinada marca.

  • Identificar oportunidades de atuação em um segmento de mercado ainda não explorado pela organização.

  • Levantar oportunidades de sinergia entre duas unidades de negócio.

Para que as sessões de ideação sejam produtivas, o seu tempo deve ser relativamente curto e controlado. Em alguns casos, pode ser interessante separar a sessão em diversas etapas. Por exemplo:

  • Etapa 1: Brainstorming de How Might we Questions (5 min)

  • Etapa 2: Seleção da How Might we Question a ser usada como foco do restante da sessão (10 min)

  • Etapa 1: Brainstorming inicial (15 min)

  • Etapa 2: Votação para seleção das ideias mais promissores (15 min)

  • Etapa 3: Discussão de aprofundamento sobre as ideias priorizadas (15 min)

03

O planejamento prévio é muito importante para que as sessões internas de ideação sejam bem aproveitadas. Caso o objetivo das sessões não seja claro e/ou o seu planejamento não seja coerente, corre-se o risco de causar frustração entre os envolvidos e resistência à participação em sessões futuras.

04

Algumas regras são muito importantes para que a sessão de ideação traga bons resultados:

05

  • SUSPENDER JULGAMENTOS: é importante saber separar a geração de ideias da seleção de ideias. Durante a geração de ideias, não se deve analisar e criticar outras ideias, pois isso acaba reduzindo o potencial criativo do workshop;

  • ENCORAJAR IDEIAS NÃO USUAIS: As ideias mais inovadoras não são as ideias comuns, por isso é importante encorajar as ideias mais distantes do lugar comum;

  • COLOCAR NO PAPEL: Uma ideia falada, mas não registrada por escrito ou com um desenho acabará sendo perdida durante o

  • COMBINAR IDEIAS: As ideias anteriores devem servir de construção para as novas, logo elas devem ser escritas de forma clara e visível para todos. As melhores ideias costumam vir da combinações de ideias anteriores;

  • BUSCAR QUANTIDADE: O objetivo do workshop é obter o maior número de ideias possível, pois esse é o caminho para encontrar ideias excepcionais;

  • MANTER UMA ÚNICA CONVERSA: Evite conversas paralelas. Mantenha todos com um mesmo foco, dessa forma o número e qualidade das ideias serão maiores;

  • FOCAR NO PRINCIPAL: Não perca tempo com os detalhes da ideia. Capture a essência das ideias e continue gerando novas.

O processo de ideação pode ser auxiliado por alguns métodos e ferramentais, tais como:

06

  • Brainstorming

  • Brainwriting 6-3-5

  • Diagrama de Ishikawa ou Diagrama de Causa e Efeito (vide Descubra Mais): estruturação hierárquica de causas de um determinado problema ou restrições para o sucesso global. Comumente, o diagrama se baseia no conceito dos 6M – materiais, métodos, mão-de-obra, máquinas, meio ambiente e medidas.

  • 5 por quês (vide Descubra Mais): questionamento sucessivo de um problema até identificar suas causas centrais. Em geral, o primeiro dos por quês aborda diretamente o próprio problema, enquanto o segundo foca a resposta da pergunta anterior e assim sucessivamente.

Onde é aplicada

As sessões internas de ideação podem ser aplicadas em organizações de qualquer porte e setor.